Blog

 

Assine a nossa Newsletter

Aproveite e cadastre-se para receber gratuitamente informações relevantes para o setor.

Vantagens da logística hospitalar

É possível afirmar que a logística hospitalar é fundamental para a boa gestão de uma empresa do segmento da saúde.

Para que uma instituição de saúde possa cumprir sua missão e zelar pela saúde e pelo bem-estar dos pacientes, a logística, ou seja, a administração de todo o caminho que um produto percorre desde o fornecedor até chegar ao consumidor final, está relacionada ao custo e benefício do serviço prestado.

Gerenciamento das movimentações das instituições de saúde

A logística bem aplicada em uma instituição de saúde permite que todas as movimentações dos materiais utilizados dentro do ambiente médico-hospitalar fluam de modo que todos os setores da empresa apliquem estratégias na aquisição, armazenamento e manuseio dos produtos, resultando no bom funcionamento de toda a organização.

Em setores específicos, como os relacionados com o recebimento de um dispositivo médico implantável (OPME), a logística ainda está intimamente conectada com o fluxo e rastreamento de informações referentes a esses procedimentos para que haja a redução de custos e a excelência na qualidade do serviço prestado.

Benefícios de uma logística hospitalar eficiente

Além de promover a facilitação dos processos burocráticos de uma instituição de saúde, a logística também tem a função de promover a melhora de comunicação e relacionamento com os fornecedores, colaboradores e, principalmente, os pacientes.

A gestão de estoque, de medicamentos, insumos e outros produtos utilizados, bem como a gestão de dados eficientes promovem a redução dos custos operacionais por meio da redução expressiva do desperdício.

A logística eficiente também está relacionada ao fluxo de pacientes e colaboradores nas dependências das instituições de saúde. A organização do espaço físico do ambiente hospitalar descarta o deslocamento excessivo e permite uma movimentação mais facilitada para as equipes.

 

 

Três dicas para uma logística hospitalar eficiente

 

  • Estreite o relacionamento com os fornecedores qualificados

Um bom relacionamento com os fornecedores qualificados não só permite uma boa negociação nas aquisições de produtos, mas também garante a qualidade dos produtos e uma entrega mais rápida.

Determinar ação em conjunto de certificação técnica com os principais fornecedores de OPMEs é uma medida inteligente para garantir o fluxo constante e a qualidade dos materiais adquiridos. Para tanto, há disponível empresas especializadas nesse processo de certificação.

 

  • Automatize os processos da instituição

Já falamos anteriormente sobre as vantagens da automatização dos processos burocráticos dentro de uma instituição de saúde. Essa medida garante que os procedimentos possam ser padronizados e mais eficiente, agilizando o fluxo de informações e reduzindo o número de erros e retrabalho.

Medidas como a automatização de cotações de preços de OPMEs em plataformas de rede especializadas permitem resultados econômicos significantes, sobretudo em ambientes em que há prévia qualificação de fornecedores, ou seja, compra do material certo pelo preço correto.

 

  • Faça o redirecionamento de insumos não utilizados

Todos os medicamentos, materiais e outros insumos não utilizados em uma instituição devem ser direcionados a outras unidades em que tais materiais estejam em falta. Esse procedimento é conhecido como logística reversa e pode resultar em uma economia real para todas as empresas de saúde envolvidas e incentivar a eliminação do desperdício.

Mantenha um controle minucioso do estoque de sua instituição para que possa estabelecer parcerias com outras empresas e manter o fluxo da logística reversa funcionando corretamente.

 

A logística hospitalar bem empregada contribui para que as instituições de saúde sejam capazes de entregar melhores resultados tanto do ponto de vista administrativo como no atendimento ao paciente. Invista nesta estratégia.